segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Ceará é referência nacional em controle interno e transparência

A qualidade do controle interno do Estado do Ceará ficou em primeiro lugar em estudo organizado pelo Instituto Ethos de Empresas e Responsabilidade Social em todos os estados do país. O dado faz parte do diagnóstico “Sistema de Integridade nos Estados Brasileiros”, realizado pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), entre janeiro e agosto de 2011, para o Instituto Ethos, o Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (Unodc) e a Controladoria-Geral da União (CGU).

Além de aparecer como o Estado com melhor desempenho no levantamento feito sobre o controle interno, o Ceará também é destaque na avaliação de indicadores de transparência do orçamento público dos estados, sendo um dos 17 estados que obtiveram a maior pontuação. Na área de estudo de Contratação de Obras e Serviços pelos Estados, o Índice de risco de corrupção do Ceará é apontado como baixo.

Segundo o Controlador e Ouvidor Geral do Estado, João Melo, os resultados alcançados são um motivo a mais para continuar melhorando. “Apesar de o Ceará ter sido classificado como baixo risco de corrupção, ainda assim, a CGE dará sequência a implementação da mudança nos sistemas de controle, culminando com a implantação do controle interno preventivo. Sendo esse controle apoiado por fiscalização a cargo de unidade criada com este objetivo, separando a função fiscalizadora dos órgãos responsáveis pelos projetos”, frisa.

Dos oito pontos necessários para a promoção da integridade nos estados que foram analisados na pesquisa, três estão diretamente ligados ao poder executivo estadual e tem relação com a CGE: a transparência sobre as diferentes fases da execução orçamentária; as modalidades das licitações de bens, serviços e obras; e a institucionalização do controle interno.

Os resultados obtidos pelo Estado do Ceará no levantamento mostram que a visão de futuro da Controladoria e Ouvidoria Geral do Estado (CGE), definida junto com a missão e os valores da instituição, durante Planejamento Estratégico 2009-2014, está se concretizando antes do prazo definido no planejamento. A visão afirma que a Controladoria pretende, até 2014, “ser referência nacional em sistema de controle interno e social, consolidando-o como instrumento de gestão”.

Para o Controlador, essa realidade se concretizará no todo ainda dentro do ano de 2012, com a implantação dos novos sistemas de ouvidoria, controladoria, transparência e com a mudança no foco da auditoria. “Como estamos alcançando nossas metas antecipadamente, vamos abrir espaço para novas metas mais ousadas no campo do controle e da modernização da gestão pública, com o objetivo de conquistar uma maior participação da população na gestão”, adiantou.

*Tabela - Qualidade do controle interno nos estados:
  


4 comentários:

  1. Tá ai um exemplo de como um dialogo entre uma carreira e alta gestão, com valorização, pode gerar frutos no médio e longo prazo.

    ResponderExcluir
  2. Quando carreira e gestão andam juntos, o resultado é potencializado!!

    ResponderExcluir
  3. Não desmerecendo a campeã e êmulo nordestina Ceará.
    Achei no mínimo estranho de um total de 27 estados, 13 estão com índice 0 (zero).Ou as 13 precisam melhorar (e muito), ou por qlgum motivo não quiseram participar da pesquisa.
    De qualquer forma, temos que buscar a perfeição continuamente.

    ResponderExcluir